Os filhos da “mãe”…

Ora, em tempos de quarentena, o que mais tenho visto por estas redes sociais “afora“, são mães a queixar-se de não terem ideias para manter as crias ocupadas e que não sabem já o que fazer 24h/7.

Ora, parece-me que quando os fizeram não pediram ajuda para abanar a cama  ou será que pediram?

Anda tudo maluco, já não há paciência. Eu compreendo, é difícil, manter os pequenos ocupados durante o dia. Mas tanto queixume, já enjoa.

Tenho lido coisas do arco da velha, palavra de honra.

Algumas até tenho dúvidas se a criança vive na mesma casa que os pais. Tenho a sensação, que nem sabem bem o nome dos putos (exagero?).

Assim de repente, imagino-as sentadas no sofá, a digitar cenas no Facebook e de repente o cabrão do Corona atirou-lhes um puto de 3 anos pró colo. E elas qual lava quente, nem sabem bem como lhe pagar. Olham para aquele serzinho estranho e devem pensar:

1. “Oh que caralho, o que é que eu faço contigo o dia todo, durante o resto do mês?”
2. “São 8 da manhã, para o banho e jantar ainda faltam umas horas, e agora?”
3. “Raios ma partam esta criança é minha? Como é que se chama? O que é que eu lhe faço durante o dia todo?”
4. “Ei tu? Sim tu, coisinha pequena, como é que te chamas? Gostas de brincar com legos?”

Malta, ficar com os miúdos em casa é duro, mas fodasse, não é o fim do mundo. Eles são vossos. Não são da escolinha. Uma coisa é partilharem ideias de coisas giras para fazer, outra é estarem a contar os dias, qual prisioneiro, para voltar a pôr os putos na escola a cada minuto.

O tempo que perdem a escrever no Facebook que a “Maria Francisca não gosta de brincar com nada e só grita o dia todo, o que é que eu faço?”, olhem pensem primeiro, se calhar a miuda grita para chamar à atenção. Experimentem desligar o telemóvel e brincar com ela. Sei lá. Na loucura.

Sabemos que os tempos são duros. Mas no meio disto tudo, pelo menos, algumas podem ficar em casa com os putos. Há outras tantas que não podem.

Vá lá, força guerreiras. Aproveitemos para estar com eles. Que quando isto acabar, o trabalho vai ser em dobro.

Eu sei, é legítimo o estado de cansaço e exaustão de manter 1,2 ou 3 filhos trancados em casa, o dia inteiro, mas daí aos comentários que se colocam nas redes sociais… tenhamos calma!

Melhores tempos virão, e estar em casa, no meio do caos, é o melhor que nos pode acontecer. Mesmo que para isso, eles tenham de pintar a parede da sala, desarrumar as panelas ou gritar pelas escadas fora de braços no ar.

Vá, sejamos fortes!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.